Barra Urgente

Barra Urgente


Resultado da busca pela categoria "economia"

Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios

Quarta | 18.10.2017 | 14h00
Autor: Agência Brasil


O Ministério da Fazenda autorizou, pela segunda vez este ano, o aumento das tarifas cobradas pelos Correios. Na edição de hoje (18) do Diário Oficial da União, o governo autoriza o reajuste “sob forma de recomposição” das tarifas dos serviços postais e telégraficos nacionais e internacionais. O reajuste ocorre em duas parcelas: a primeira de 6,121% será por prazo indeterminado e a segunda, de 4,094% vai vigorar por 64 meses. A revisão das tarifas ainda depende de publicação de aprovação pelo Ministério das Comunicações, de acordo com o Diário Oficial. Com o aumento, a carta comercial de até 20 gramas passará a custar R$ 1,83. Anteriormente, o valor era R$ 1,23. Em abril, o Ministério da Fazenda havia autorizado aumento de 7,485% nas tarifas dos serviços postais e telegráficos prestados pelos Correios. Na época, a empresa explicou que os serviços da estatal são reajustados todos os anos, com base na recomposição dos custos, como aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza e salários dos empregados. As tarifas são atualizadas com base no Índice de Serviços Postais, indicador formado a partir de uma cesta de índices, como INPC, IPCA, e IGP-M.

Volume de serviços cai 1% em agosto e tem pior resultado para o mês desde 2012

Terça | 17.10.2017 | 19h00
Autor: Estadão


 O volume de serviços prestados teve redução de 1,0% em agosto ante julho, após a queda de 0,8% registrada no mês anterior, na série com ajuste sazonal. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços divulgada nesta terça-feira, 17. A queda de 1,0% foi o pior desempenho para o mês dentro da série histórica, iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado foi ainda o mais negativo desde março deste ano, quando o volume de serviços prestados tinha diminuído 2,4% em relação a fevereiro. Em relação com agosto do ano anterior, houve redução de 2,4% em agosto deste ano, já descontado o efeito da inflação, mantendo a sequência de taxas negativas iniciada em abril de 2015. A taxa acumulada pelo volume de serviços prestados no ano ficou negativa em 3,8%, enquanto o volume acumulado em 12 meses registrou perda de 4,5%. Única atividade em baixa em agosto, na comparação com julho, o setor de serviços prestados às famílias (-4,8%) foi um dos principais responsáveis pela queda de 1% registrada na Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada hoje pelo IBGE. O segmento vinha de três altas consecutivas, mas foi afetado pelos serviços de hospegadem e alimentação, que caíram 7,5% no mês. No índice geral, a taxa acumulada no ano é de -3,8% e, em 12 meses, -4,5%. Estabelecimentos como restaurantes, bares e hotéis vinham de quatro meses de crescimento, mas a alta também foi interrompida em agosto. “Foi um mês de baixo consumo. Houve uma queda generalizada no consumo desses serviços. Foi algo observado em todas as unidades da federação”, explica o gerente da PMS, Roberto Saldanha. Para Saldanha, os resultados negativos no setor de serviços em diferentes comparações ainda impedem que se possa falar em recuperação no setor. "O setor de serviços está tendo essa dificuldade para reagir porque ele precisa de uma alavancagem maior de outros setores da economia para puxar essa contratação de serviços", disse o gerente.  "Não se identifica no momento uma evidência de que possa levar a um resultado positivo. Não está se verificando uma retomada num nível mais constante da economia como um todo que possa puxar o setor de serviços", afirmou.

Brumado: Feira de artesanato será realizada na Praça Coronel Zeca Leite

Terça | 17.10.2017 | 16h00
Autor: Brumado Urgente


No próximo dia 05 de novembro, será realizada na Praça Coronel Zeca Leite (Praça da Prefeitura), a Feira de artesanato que sairá da sua localidade habitual para compor outros espaços da cidade, para que assim as comunidades possam apreciar esses trabalhos desenvolvidos pelos artesãos brumadenses. Essa feira itinerante tem como objetivo alcançar públicos maiores, para levar artesanato e a cultura do povo brumadense a locais mais visitados por toda a comunidade. A feira, que será no dia 05 de novembro, estará funcionando entre as 17h às 22h.

IBGE eleva previsão de aumento da safra agrícola para 30,3% em 2017

Domingo | 15.10.2017 | 14h00
Autor: G1

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) elevou em setembro sua previsão para a safra agrícola de 2017. O órgão informou nesta terça-feira (10) a estimativa para a produção em 242 milhões de toneladas, uma alta de 30,3% em relação a 2016 (185,8 milhões). A estimativa da área a ser colhida cresceu 7,3% frente a 2016. As informações são do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA). O resultado é 0,5% maior quando comparado com agosto, quando a estimativa foi de 240,9 milhões de toneladas. O arroz, o milho e a soja são os três principais produtos desse grupo e representaram, juntos, 93,7% da estimativa da produção e 87,9% da área a ser colhida. Em relação a 2016, houve aumento de 2,2% na área da soja, de 19,4% na área do milho e de 3,9% na área de arroz. Na produção, houve alta de 19,5% para a soja, 16,2% para o arroz e 55,2% para o milho. Na avaliação para 2017, o Mato Grosso foi o maior produtor nacional de grãos, com participação de 26,2%, seguido pelo Paraná (17,2%) e Rio Grande do Sul (15,1%), que, somados, representaram 58,5% do total nacional previsto. Completam o grupo dos dez maiores produtores de grãos Goiás (9,4%), Mato Grosso do Sul (7,9%), Minas Gerais (5,9%), São Paulo (4,0%), Bahia (3,4%), Santa Catarina (2,9%) e Maranhão (1,8%).

Caixa suspende sistema de pagamentos de abono, rendimentos e cotas até domingo

Sábado | 14.10.2017 | 13h00
Autor: Agência Brasil


Foto: Arquivo / Barra Urgente

Os pagamentos do abono salarial, rendimentos e cotas do Programa de Integração Social (PIS) estão suspensos em todos os canais da Caixa Econômica Federal até o próximo domingo (15). A instituição está preparando os sistemas operacionais para pagamento das cotas do PIS por idade e aposentadoria, com calendário a ser iniciado em 19 de outubro. "A Caixa está se preparando da melhor maneira, na estratégia de atendimento e na parte operacional e tecnológica, para que os beneficiários possam ter agilidade ao procurar os canais de saque", informou o superintendente nacional de Benefícios Sociais da Caixa Econômica Federal, Rogério Saab. A primeira fase do calendário de pagamento das cotas do PIS é direcionada a maiores de 70 anos. Para titulares de conta corrente ou poupança individual na Caixa, a instituição vai liberar o saque na terça-feira (17). Os demais beneficiários seguirão o calendário que se inicia no dia 19.

Petrobras aumenta preço da gasolina nas refinarias em 0,8% a partir de sábado

Sábado | 14.10.2017 | 08h01
Autor: Agência Brasil


O preço da gasolina vendida pela Petrobras nas refinarias será elevado em 0,8%, a partir deste sábado (14). A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13) pela estatal. Isso não significa, necessariamente, aumento nos postos de gasolina. O valor final aos motoristas nas bombas deverá variar, de acordo com estoques dos postos e a concorrência, pois o preço ao consumidor é regulado livremente pelo mercado. Já o preço do óleo diesel sofreu redução de 0,2%, que também valerá a partir deste sábado. Segundo a companhia, a política de preços para a gasolina e o diesel vendidos nas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos principais concorrentes para o mercado. “Em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisamos nossa participação no mercado interno e decidimos periodicamente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias”, explicou a estatal.

Brasil pode crescer 4% dentro de três anos, diz Meirelles

Sexta | 13.10.2017 | 14h00
Autor: Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou hoje (12), em Washington, que o Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) potencial do Brasil pode passar a ser de 4%, caso as reformas propostas pelo governo sejam aprovadas. Meirelles citou como exemplo reformas macroeconômicas, entre as quais a tributária e a da Previdência. “Algumas delas já foram aprovadas, como, por exemplo, a taxa de longo prazo para o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social]”, destacou o ministro. Ele disse que seria viável atingir esse patamar em um horizonte de tempo de “três, quatro anos”. Perguntado  sobre os impactos de curto prazo da reforma da Previdência, o ministro afirmou que há efeitos positivos, como o aumento do nível de confiança, da força e da estabilidade dos índices econômicos do país, além da expansão do volume de investimentos. Meirelles ressaltou que a aprovação da reforma é do interesse das diversas facções políticas, “inclusive porque, se não for aprovada agora, ela terá que ser discutida e aprovada no próximo governo. Isso será ruim para quem assumir, porque o primeiro desafio será enfrentar a reforma da Previdência”. Para o ministro, caso a reforma não seja aprovada, haverá outro impacto, que deve ser levado em consideração por causa do teto dos gastos. “Se não houver aprovação das medidas necessárias e se, em algum momento, o Orçamento e as despesas públicas violarem a regra do teto, os mecanismos são autocorretivos. Existe, então, o corte de novas isenções, subsídios, paralisação de qualquer aumento de contratação ou de salários”. Segundo Meirelles, isso favorece a aprovação de normas que viabilizem o teto de gastos “de uma maneira mais uniforme no futuro”.

Mercado financeiro

Durante palestra nesta quinta-feira em um evento promovido pelo Instituto de Finanças Internacionais (IIF), o ministro da Fazenda falou sobre os riscos para economia global, caso os bancos centrais de países desenvolvidos demorem a aplicar uma normalização de suas políticas monetárias, ou seja, um aumento gradual de suas taxas de juros. Isso, segundo Meirelles, poderia levar a uma bolha nos mercados de ativos internacionais, cujo rompimento geraria crise. “É um risco. Evidentemente o Fed [Banco Central norte-americano] está atento a isso e anunciando uma normalização da politica monetária. Isso também está acontecendo na Europa, e não acredito que este seja o cenário provável”, afirmou. Ele disse também que, com a consolidação das reformas que estão sendo feitas no país, a economia brasileira está ficando mais forte, mais resistente, portanto, em condições de enfrentar eventuais turbulências na economia global”.

Vendas do varejo caem 0,50% em agosto ante julho, aponta IBGE

Quinta | 12.10.2017 | 10h00
Autor: Estadão

 As vendas do comércio varejista caíram 0,50% em agosto ante julho, na série com ajuste sazonal, informou há pouco o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com agosto de 2016, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram alta de 3,6% em agosto de 2017. Nesse confronto, as projeções iam de uma expansão de 2,70% a 6,14%, com mediana positiva em 4,30%. Material de construção e veículos.  No varejo ampliado, que inclui as atividades de material de construção e de veículos, as vendas subiram 0,10% em agosto ante julho, na série com ajuste sazonal. Na comparação com agosto de 2016, sem ajuste, as vendas do varejo ampliado cresceram 7,6% em agosto de 2017. Nesse confronto, as projeções variavam de uma expansão de 6,60% a 10,88%, com mediana positiva em 8,75%. As vendas do comércio varejista ampliado acumularam alta de 1,9% no ano e redução de 1,6% em 12 meses.

PF deflagra segunda fase da Operação Duas-Caras que apura fraudes contra a Caixa

Quarta | 11.10.2017 | 16h15
Autor: Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (11), a segunda fase da Operação Duas Caras, que apura fraudes contra a Caixa Econômica Federal. Ao todo, 25 policiais foram escalados para cumprir nove mandados judiciais: quatro de busca e apreensão, um de prisão preventiva, dois de prisão temporária e dois de condução coercitiva nas cidades paranaenses de Curitiba, São José dos Pinhais e Colombo. Em nota, a PF informou que trata-se de um grupo especializado na prática de “diversos crimes" contra a Caixa". Após analisar materiais apreendidos na primeira fase da operação, os policiais identificaram novos fatos e novos suspeitos e, para dar sequência às investigações, fizeram representações junto à Justiça Federal. Segundo a polícia, a operação investiga saques em contas poupança de clientes com grandes saldos e que não apresentavam histórico de retiradas. Os criminosos contavam com a ajuda de um funcionário do banco que identificava e repassava a eles os dados desses clientes. O dinheiro era retirado dessas contas até que elas ficassem zeradas ou até que fossem descobertos.

Horário de verão começa a valer no próximo domingo (15), mesmo de fora a Bahia tem horários de serviços alterados, confira

Quarta | 11.10.2017 | 15h03
Autor: Barra Urgente


O horário de verão terá inicio a partir do próximo dia (16), no domingo, em dez estados brasileiros e no Distrito Federal. Os moradores dessas localidades vão adiantar os relógios em uma hora, a Bahia está de fora pelo quinto ano seguido. Apesar disso, os baianos devem estar atentos para a alteração nos horários de alguns serviços.  Agências bancárias terão os horários de abertura e fechamento antecipados em uma hora no interior do estado. Já em Salvador e cidades da Região Metropolitana, os horários de atendimento seguem normais, sem alterações. Quem também segue sem alterações no horário são as Casas Lotéricas da Caixa, mas as apostas vão obedecer o horário de Brasília e serão encerradas com uma hora antes que o normal.  Os Correios também seguem com o horário normal de funcionamento.

Montadoras de veículos anunciam investimentos de R$ 16 bilhões no Brasil

Terça | 10.10.2017 | 18h00
Autor: G1


Com um indício de retomada do mercado interno e um grande salto nas exportações, oito fabricantes de veículos instaladas no Brasil anunciaram nos últimos meses investimentos que chegam a um total de R$ 16,35 bilhões até 2021. Depois de 4 anos consecutivos de queda, entre 2013 e 2016, as vendas no Brasil voltaram a crescer. De janeiro a setembro deste ano, os emplacamentos de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos subiram 7,4%, na comparação com o mesmo período de 2016. De acordo com o novo presidente da Volkswagen do Brasil, o argentino Pablo Di Si, o mercado manterá ritmo de 8% a 10% ao ano até 2020, quando o total chegará 2,8 milhões de unidades - um resultado próximo ao registrado em 2008 e bem distante do recorde de 3,8 milhões de 2012. Mas não é só esta expectativa que move as fabricantes. O verdadeiro motor da recuperação é a exportação, que saltou 55% neste ano e representa 28% da produção nacional, com recorde de 566 mil unidades até o mês passado. Com isto, as linhas de montagem estão voltando a operar em um ritmo melhor e metade dos 12 mil funcionários que estavam com alguma restrição na jornada até julho já voltou ao trabalho. Algumas empresas contrataram mais empregados.

Confira como acelerar sua aposentadoria na internet

Segunda | 09.10.2017 | 17h20
Autor: Do agora

Com dificuldade para dar conta de atender o público nas agências, o INSS oferece cada vez mais serviços pela internet. Mas isso pode ser uma barreira para quem tem pouca familiaridade com os computadores. O Agora mostra hoje como usar as ferramentas on-line, que podem ajudar, e muito, o segurado do instituto e até mesmo acelerar a concessão da aposentadoria. Uma das novidades do portal www.meu.inss.gov.br é a possibilidade de antecipar o envio dos documentos no pedido de aposentadoria. Ao agendar o atendimento em uma agência da Previdência pela internet, o segurado pode enviar a cópia digitalizada da papelada para o benefício. A modernização pode acelerar a liberação de benefícios, pois facilita a análise da documentação que comprova o direito do segurado. A única recomendação é que o trabalhador não esqueça de levar os documentos originais no dia do atendimento.

Construção civil se retrai em 2017 e segura recuperação da economia

Segunda | 09.10.2017 | 15h10
Autor: G1


construção civil ainda está em retração em 2017 e seu desempenho segura a recuperação da economia brasileira. Um levantamento do Sindicato Nacional da Indústria da Construção Pesada (Sinicon) em parceria com a LCA Consultores mostra que a construção é o componente do Produto Interno Bruto (PIB) com a queda mais intensa entre todos os setores em 2017. No 1º semestre, o PIB da construção caiu 6,6%, frente ao 1º semestre de 2016, puxando para baixo o resultado geral da indústria (-1,6%) e do PIB total, que acumulou variação zero nessa base de comparação. Os dados mostram que a construção caiu mais do que a média da economia nos últimos 3 anos e tem sentido a crise de forma mais profunda. Desde o 2º trimestre de 2013, a queda acumulada é de 14,3%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), enquanto que o PIB total recuou 5,5% nos últimos 4 anos. Neste período, quase 1 milhão dos 2,7 milhões de vagas formais que deixaram de existir no país foram na construção. No segundo semestre, o emprego no setor ensaia uma leve recuperação e teve a segunda alta mensal em agosto, com a criação de 1.017 novos postos de trabalho com carteira assinada no mês. No acumulado do ano, a construção civil fechou 30.330 vagas, de acordo com dados do Ministério do Trabalho.

Permissão para pagar boleto vencido de até R$ 2 mil em qualquer banco é adiada para 2018

Segunda | 09.10.2017 | 14h00
Autor: G1


Foto: Divulgação

A liberação para pagar boletos vencidos abaixo de R$ 2 mil em qualquer banco foi adiada para 2018, informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Inicialmente, a mudança estava prevista para entrar em vigor a partir desta segunda-feira (9).A nova plataforma tem sido implantada de forma gradual, conforme o valor do boleto. O sistema anterior só permite fazer o pagamento em atraso no banco que emitiu a cobrança. Desde setembro, foi liberado o pagamento das contas atrasadas iguais ou acima de R$ 2 mil. Segundo a Febraban, estes valores alcançam 3,7% dos boletos emitidos no país. Em julho, só podiam ser pagos boletos acima de R$ 50 mil. De acordo com a Febraban, o volume elevado de documentos no novo sistema, estimado em 4 bilhões de boletos por ano, fez com que o setor bancário decidisse rever o cronograma original, que previa a inclusão de todos os boletos até o fim do ano. O montante é comparável à capacidade das grandes processadoras de cartões de crédito do mundo, segundo a entidade.

 

Receita libera nesta segunda consulta ao 5º lote de restituição do Imposto de Renda 2017

Segunda | 09.10.2017 | 11h20
Autor: G1


Receita Federal vai liberar nesta segunda-feira (9), a partir das 9h, as consultas ao quinto lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2017. Este lote também incluirá restituições residuais de 2008 a 2016. Ao todo, serão pagos R$ 3 bilhões para 2.420.458 contribuintes. Os depósitos serão feitos em 16 de outubro. Segundo a Receita, R$ 99,28 milhões serão liberados para 2.849 contribuintes idosos ou com deficiência física ou mental, que têm prioridade por lei em receber os valores.

Consulta

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve fazer a consulta no site da Receita, aqui. A consulta também pode ser feita pelo telefone 146. A Receita também oferece aplicativos para tablets e smartphones, que permitem a consulta às declarações do Imposto de Renda. O prazo para envio da declaração de IR 2017 terminou às 23h59 de 28 de abril. A Receita informou ter recebido 28.524.560 de declarações.

Malha fina

No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 771 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2016 devido a inconsistências nas informações prestadas. Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas. Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

Montadoras reduzem nº de trabalhadores parados e abrem 3,5 mil vagas no ano

Sábado | 07.10.2017 | 16h03
Autor: G1


Após um ano de debates e negociações entre os partidos, parte das propostas sobre reforma política, algumas delas consideradas cruciais, como a mudança no sistema eleitoral, acabaram rejeitadas ou ficaram abandonadas. Ao final da discussão, os parlamentares aprovaram apenas uma parcela do que foi discutido, como a criação de um fundo eleitoral com recursos públicos para bancar as campanhas. Vários pontos ficaram pelo caminho, como sugestões para mudar as datas de posse e acabar com os cargos de vice. Os deputados chegaram a aprovar o fim das coligações proporcionais para eleição de cargos legislativos. Inicialmente, a medida valeria já para 2018, mas eles recuaram e empurraram a implementação da nova regra para a partir de 2020. Com isso, em 2018, as eleições não mudam: permanece o sistema proporcional de lista aberta para a escolha de deputados federais e estaduais. Nesse sistema, o eleitor pode votar no candidato ou no partido. As legendas poderão formar alianças e as cadeiras serão distribuídas depois de um cálculo (quociente eleitoral) que leva em consideração o número de votos obtidos pela sigla ou coligação. Nos últimos dez anos, o Congresso Nacional fez pelo menos cinco tentativas de aprovar uma ampla reforma política, mas sem sucesso em nenhuma delas.

Governo publica neste sábado resultado final do concurso da PM e dos Bombeiros

Sábado | 07.10.2017 | 09h00
Autor: Bahia notícias


O governo do Estado vai divulgar neste sábado (7) o resultado final e a homologação do concurso público para Polícia Militar da Bahia e o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. A publicação será feita no Diário Oficial do Estado (DOE), no site da organizadora do certame, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (www.ibfc.org.br), e no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br). O concurso contou com duas etapas: provas objetivas e prova discursiva. São considerados aprovados os candidatos que tiveram pontuação e classificação mínima exigida pelo edital. Os critérios de desempate serão os seguintes, na sequência: maior pontuação da prova de conhecimentos específicos; da disciplina de língua portuguesa; da prova discursiva; maior idade; e o exercício da função de jurado, de acordo com os termos de edital. Após a publicação do resultado final, serão realizados os exames pré-admissionais, de caráter eliminatório. Os candidatos aprovados passarão por avaliação psicológica, exames médico-odontológicos, teste de aptidão física, exame de documentação e investigação social. Após estes procedimentos, aqueles que passarem por todas as etapas estarão aptos a ingressarem no curso de formação, entrando como aluno soldado, com bolsa de R$ 937 durante a formação. A conclusão e aprovação no curso é requisito para graduação em soldado da PM e do Corpo de Bombeiros. Após a conclusão do curso e, posteriormente, lotado na região de sua escolha, o soldado terá carga horária de 40 horas semanais. A remuneração, composta de soldo e gratificação, é de R$ 3.019 (40h) tanto para o cargo de soldado da PM como para o de bombeiro.

Funcionários dos Correios na Bahia encerram greve; serviço será retomado na segunda

Sábado | 07.10.2017 | 08h08
Autor: Bahia notícias


Depois de passarem 17 dias parados, os funcionários dos Correios da Bahia decidiram em assembleia realizada na tarde desta sexta-feira (6). Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos da Bahia (Sincotelba), a categoria resolveu aceitar a proposta oferecida pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST). Entre os itens sugeridos pela Corte trabalhista, estão o reajuste de 2,07% (INPC) nos salários e benefícios, retroativo ao mês de agosto deste ano e a reedição de todas as cláusulas sociais. Ainda de acordo com o sindicato, as atividades serão retomadas nesta segunda (9).

Inflação tem alta de 0,16% em setembro; acumulado no ano é o menor desde 1998

Sexta | 06.10.2017 | 18h00
Autor: Agência Brasil


A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o mês de setembro com variação de 0,16%, abaixo dos 0,19% de agosto. Nos primeiros nove meses do ano, o índice acumula variação de 1,78%, bem abaixo dos 5,51% registrados em igual período de 2016. Esta é a menor taxa acumulada setembro desde 1998, quando registrou-se 1,42%. O IPCA, inflação oficial do país, foi divulgado hoje (6) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice apresentou alta acumulada nos últimos 12 meses de 2,54%, resultado superior aos 2,46% registrados nos 12 meses anteriores. No entanto, o índice está bem abaixo da meta fixada pelo Banco Central, de 4,5%. Em setembro de 2016, o IPCA havia registrado variação de 0,08% no mês. Em setembro, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, somente alimentação e bebidas (-0,41%) e habitação (-0,12%) apresentaram deflação. Nos grupos com alta de preços destacam-se transportes, com 0,79% de variação.

Funcionários dos Correios mantêm greve na Bahia

Sexta | 06.10.2017 | 13h00
Autor: B News


Em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (5), os funcionários dos Correios da Bahia decidiram manter a greve até que a proposta do Tribunal Superior do Trabalho (TST) seja analisada pelos advogados.  Nesta sexta-feira (6), às 16h30, na Praça da Inglaterra, no Comércio, em Salvador, acontece uma nova assembleia para decidir pela aprovação ou não da greve. A proposta do vice-presidente do TST, o ministro Emmanoel Pereira, prevê um reajuste retroativo de salários e benefícios a agosto de 2017 em 2,07%, balizado pelo INPC. Caso seja aprovado o encerramento do movimento, a categoria volta às atividades na segunda-feira (9).