Barra Urgente

Barra Urgente


Resultado da busca pela categoria "meioambiente"

Focos de incêndio atingem regiões em Andaraí e na divisa de Barra da Estiva e Ituaçu

Segunda | 16.10.2017 | 08h00
Autor: Jornal da Chapada


Ao menos dois focos de incêndio florestal foram registrados nos municípios de Andaraí e na divisa entre Barra da Estiva e Ituaçu, na Chapada Diamantina, neste final de semana. Em contato com o Jornal da Chapada, neste domingo (15), o presidente dos Combatentes a Incêndios Florestais de Andaraí (Cifa), Homero Vieira, disse que o foco de Andaraí foi controlado, mas que o combate poderia ter sido mais rápido com equipamentos melhores e mais novos. “Começou o pesadelo de todos os anos. Hoje [domingo] em Andaraí, um incêndio tomou a região do ‘Feijão Cru’ e foi rapidamente combatido e extinto pela Cifa e bombeiros civis. Mais uma ação rápida e eficiente, evitando maiores danos à fauna e flora local”, salienta Vieira. O outro foco é combatido na divisa de Barra da Estiva com Ituaçu por voluntários dos dois municípios, que já atuam nessas regiões e conhecem o local, embora a falta de recursos humanos e de equipamentos tenham dificultado o primeiro combate. Conforme informações, o incêndio que atinge o Morro da Torre (Morro de Santa Bárbara), está sendo combatido durante esse domingo com maior intensidade. “Estamos indo agora com nove brigadistas para o combate noturno a esse foco no morro. A falta de equipamentos ideais para o combate dificulta a primeira ação, mas estamos uns ajudando os outros e vamos debelar esse fogo”, diz o presidente do grupo de brigadistas ‘Guerreiros de Barra da Estiva’, Edvaldo Miranda Alves. Ainda conforme o presidente da Cifa, Homero Vieira, o calor e o sol forte na Chapada é a marca de tragédia anunciada e há mais de 30 anos tem sido assim. “Passados 30 anos o estado continua ausente. Interesse da ‘Indústria do Fogo’? Muitas brigadas voluntárias nunca receberam os EPIs prometidos e anunciados nas mídias. Mas como sempre digo, os caras [políticos] em suas piscinas de cobertura, não estão preocupados com nossas florestas. Mistura épica de ingerência, incompetência e descaso”, dispara. “Ano que vem daremos a todos eles respostas nas urnas. Senhores políticos estejam certos disto”, completa.

 

 

 

 

 

 

Chapada: Incêndio em Ibicoara mobiliza brigadistas voluntários e do ICMBio; fogo é considerado extinto

Terça | 10.10.2017 | 11h00
Autor: Jornal da Chapada


Foto: Divulgação

A ação conjunta de brigadistas voluntários e do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio) conseguiu extinguir na madrugada desta segunda-feira (9) o incêndio florestal identificado próximo à comunidade de Pé de Serra, no município de Ibicoara, na Chapada Diamantina. A serra em questão é a da Águia. O fogo já estava chegando à nascente que abastece comunidade quando os combatentes conseguiram controlar e finalizar as chamas. Logo em seguida, segundo relatos de brigadistas, foram para o combate na Serra da Bucania, controlando todo o incêndio por volta da meia-noite.

Pessoas desistem de feira de Luisa Mell após descobrirem que cachorros não eram de raça

Sábado | 07.10.2017 | 17h01
Autor: Estadão


Na última quarta-feira, 4, o Instituto Luisa Mell promoveu uma feira de adoção na zona sul de São Paulo, uma semana depois de resgatar 135 cães de um canil de Osasco e causar comoção nas redes sociais. A ativista contou ao E+ que a feira começava às 10h, mas que desde às 8h já havia uma grande fila em frente ao local da feira. Entretanto, quando os interessados foram informados que os cães disponíveis para adoção não eram de raça, a maioria das pessoas foi embora. Muitas pessoas esperavam adotar os cães de raça resgatados do canil, porém estes ainda estão em tratamento. "Bem triste mesmo", declarou Luisa Mell. Havia 30 cães disponíveis para a adoção, mas apenas nove foram adotados. 

Seca na Bahia: União reconhece estiagem em 172 municípios,

Sábado | 07.10.2017 | 12h00
Autor: Barra Urgente


FOTO: Reprodução/EBC

Já há alguns anos vem sendo percebido a falta de chuvas por todo o território baiano, prova disso é o índice dos reservatórios que vem diminuindo de forma brusca, além disso, pode ser sentido nas taxas de luz, já que com pouca disponibilidade de água, as hidrelétricas não conseguem fornecer toda a energia necessária para o abastecimento, precisando assim de meios mais caros para isso. Foram reconhecidos essa semana pela União, estado de emergência por conta da estiagem um total de 172 municípios baianos, dentre eles, Brumado. Essa portaria que reconhece a estiagem tem como base os municípios que tiveram a condição decretada pelo governo baiano no último dia 13, a partir desse reconhecimento federal, as prefeituras podem solicitar apoio para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, como o abastecimento por meio de carros-pipa.  De acordo com informações da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), foi o governador Rui Costa que decretou a situação de emergências nos 172 municípios. Na Bahia, a estiagem atinge: Abaíra, Abaré, Adustina, América Dourada, Andaraí, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Aracatu, Araci, Barra do Mendes, Biritinga, Boa Nova, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caetanos, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Cândido Sales, Cansanção, Capim Grosso, Caraíbas, Carinhanha, Casa Nova, Castro Alves, Caturama, Central, Cícero Dantas, Cipó, Conceição do Coité, Condeúba, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Encruzilhada, Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Filadélfia, Feira de Santana, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Guajeru e Guanambi. Na lista estão ainda às cidades de Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicoara, Ibipeba, Ibiquera, Ibirapuã, Ibitiara, Ibititá, Igaporã, Ipecaetá, Ipirá, Ipupiara, Irajuba, Iramaia, Iraquara, Irecê, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itiruçu, Ituaçu, Iuiú, Jacaraci, Jacobina, Jaguaquara, Jeremoabo, Juazeiro, Jussara, Jussiape, Lafaiete Coutinho, Lagoa Real, Lajedinho, Lamarão, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Macajuba, Macaúbas, Mairi, Malhada de Pedras, Malhada, Mansidão, Marcionílio Souza, Miguel Calmon, Milagres, Mirangaba, Mirante, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucugê, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muquém do São Francisco, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure. Tem também os municípios de Novo Horizonte, Novo Triunfo, Oliveira dos Brejinhos, Ourolândia, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piripá, Planalto, Poções, Ponto Novo, Presidente Dutra, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Retirolândia, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rodelas, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Inês, Santaluz, Santanópolis, São Félix do Coribe, São Gabriel, Sao José do Jacuípe, Saúde, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra Preta, Serrolândia, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tanque Novo, Tanquinho, Tremedal, Tucano, Uibaí, Umburanas, Urandi, Valente, Várzea da Roça, Várzea do Poço, Várzea Nova, Wagner e Xique-Xique.

MP combate implantação de barragem de rejeitos minerais em Caetité

Sexta | 06.10.2017 | 15h03
Autor: Ascom - MP


O Ministério Público estadual expediu nesta terça-feira, dia 3, recomendação à Bahia Mineração Ltda. (Bamin) para que a empresa não realize a implantação de uma barragem de rejeitos na Área de Preservação Permanente (APP) do Riacho Pedra de Ferro, localizada em Caetité e Pindaí. Na Área, há nascentes de rios que abastecem comunidades locais dos dois municípios e também de Malhada e Guanambi. Segundo a promotora de Justiça Luciana Khoury, autora da recomendação, a instalação da barragem e pilha de estéril no local “poderá trazer sérios impactos nas nascentes e em cursos de águas”, como também “acarretar sérios prejuízos ao modo de vida tradicional de comunidades de fundo e fecho de pasto que vivem na região”. A promotora recomenda que a Bamin altere a localização da barragem e da pilha de estéril e apresente alternativas locacionais para estas estruturas ao MP, a fim de que seja realizada análise e discussão pelo corpo técnico da Instituição; que a empresa mantenha intacta a vegetação nativa de toda a APP; e promova a complementação dos Estudos de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA). Segundo Luciana Khoury, análise técnica realizada pelo MP apontou para a necessidade de um redimensionamento da área de influência direta, indireta e de intervenção do empreendimento Mina Pedra de Ferro, com detalhes dos possíveis impactos para as comunidades tradicionais da região. A promotora afirma na recomendação que o estudo elaborado e apresentado pela mineradora não apresenta consistência nas informações sobre “a real abrangência dos impactos para os meios físicos, bióticos e socioeconômicos”.

Seca é uma das piores dos últimos anos na Bahia

Quinta | 05.10.2017 | 18h07
Autor: Informações da ANA


Na Bahia, as chuvas que ocorreram no mês de agosto se concentraram na faixa leste do Estado, onde contribuíram para uma pequena expansão da área sem seca, sobretudo na regiãosul. Vale destacar que essa área sem indício de seca se estende desde o sul da Bahia até a divisa com o estado de Sergipe. No oeste baiano, onde não há registro de chuvas desde o mês de maio (ou seja, quatro meses consecutivos de estiagem), houve uma expansão para noroeste da seca com intensidade extrema (S3), o que resultou na redução da área com seca grave (S2) e a supressão da área de seca moderada (S1). Também no oeste baiano houve um avanço da área de
seca excepcional (S4). Essa mesma severidade da seca também persiste em toda a região norte e grande parte das regiões da Chapada Diamantina e Nordeste do Estado. Quanto aos impactos, apenas na divisa com o estado de Sergipe os impactos continuam sendo de longo prazo (L). Nas demais áreas do Estado, onde há situação de seca, os impactos permanecem de curto e longo prazo (CL).

Chapada: Homem acusado de tráfico e agressões no Capão é denunciado por fechar rua

Quinta | 05.10.2017 | 10h00
Autor: por Jornal da Chapada


Um homem de 52 anos, preso no Vale do Capão, em Palmeiras, município da Chapada Diamantina, por policiais civis da 13ª Coordenadoria Regional de Polícia (Coorpin) de Seabra, sob a suspeita de tráfico de droga em agosto além de se encontrar livre, mesmo com mais de 14 queixas de agressões, também fechou a Rua do Lajedo, segundo denúncias feitas ao Jornal da Chapada (JC). De acordo com as informações, ele, além de instalar porteiras na referida rua, também mantém cachorros no local para evitar que as pessoas entrem. Moradores denunciaram o fato à prefeitura municipal, conforme documentos enviados para o JC. Eles afirmaram também que a rua é pública e é por onde passam rede elétrica e telefônica da região. A prefeitura foi procurada, mas de acordo com a secretária de Governo, Albanice Sales, o caso foi passado para a Polícia Civil investigar. A equipe de reportagem entrou em contato com o delegado responsável pelo município de Palmeiras, Paulo Henrique de Oliveira, para saber mais sobre o inquérito. De acordo com ele, o caso “é uma questão de briga de vizinhos, a Polícia Civil já tomou as providências e já está no Fórum”. “Essa questão já foi toda sanada pela Polícia Civil, crimes de ameaça, calúnia, tudo [questões] de ação penal privada”, afirmou Paulo Henrique.

Primavera começa nesta sexta-feira (22) com calor e tempo seco

Sexta | 22.09.2017 | 15h04


(Foto: Reprodução)

A primavera começa às 17h02 nesta sexta-feira (22) e deve trazer temperaturas mais altas. O tempo seco característico do inverno, no entanto, deve continuar até próximo ao final da estação, quando um pouco mais de chuva traz um pouco mais de umidade. De acordo com estimativa do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec/Inpe), a primavera será de calor e com temperaturas acima da média histórica, que normalmente fica em torno de 28°C. Também o período de chuvas mais regulares, que usualmente começa no meio de outubro, pode demorar a chegar neste ano. Segundo o Climatempo, para a primavera de 2017, não há expectativa de massas polares fortes e não devemos ter eventos de frio atípico como no meio da primavera de 2016. A primavera deste ano também deve terminar com o fenômeno da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que proporciona chuva volumosa para várias regiões do país, informa o Climatempo. Em geral, o aumento do calor e da umidade da estação provocam as costumeiras pancadas de chuva no final da tarde ou da noite nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. A estação também traz poucas alterações nos totais mensais de chuva na região Sul. Já nas regiões Norte e Nordeste, costuma haver pouca variação de temperatura.

Cândido Sales: PF prende três por poluir Rio Parto com descarte de curtume

Quarta | 16.08.2017 | 15h02
Autor: Bahia Notícias


Foto: Reprodução

Três pessoas foram presas na manhã desta terça-feira (16) em uma operação da Polícia Federal (PF) em Cândido Sales, no sudoeste baiano. A Operação Dark Water, feita com apoio do Ibama, combate a prática de crimes ambientais. Em Cândido Sales, o grupo envolvido no crime atua em curtume de couro. Sem autorização de órgãos ambientais, os suspeitos lançavam resíduos sólidos e líquidos sem o devido tratamento nas águas do Rio Pardo. Ainda segundo a PF em Vitória da Conquista, a investigação foi iniciada em janeiro de 2017, mas desde 2008 os responsáveis são notificados e advertidos pelos órgãos ambientais. Nas notificações, era solicitada a realização de um Plano de Recuperação da Área, o que não foi atendido até agora, acrescenta a PF.  O nome da operação é uma alusão à caraterística poluída da água após a prática da atividade comercial do grupo. Eles serão autuados pelo crime previsto no artigo 54, inciso V, da Lei 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais), e será expedido ofício à Prefeitura de Cândido Sales para que seja realizada a eliminação dos dejetos de forma adequada, para que não ocorram mais prejuízos ao meio Ambiente.

Polícia Civil de Ibicoara prende homens em flagrante por prática de crime ambiental

Domingo | 09.07.2017 | 16h04
Autor: Informe Barra


Foto: Reprodução/Informe Barra

A Polícia Civil de Ibicoara prendeu em flagrante na quarta – feira (05), três pessoas, por estarem fazendo derrubada de madeiras em uma área de preservação ambiental. Ao realizar diligências depois de ter recebido denúncia anônima, a Polícia Civil chegou até uma localidade conhecida como Fazenda São Jorge, onde várias árvores haviam sido derrubadas pelos homens que estavam de posse de uma Motosserra, grande quantidade de madeira já haviam sido prancheadas e estavam prontas para serem retiradas do local ilegalmente. Os homens receberam voz de prisão e foram encaminhados para a delegacia, onde os procedimentos cabíveis foram tomados. Vale ressaltar que cortar árvores em floresta considerada de preservação, sem permissão da autoridade competente, pode resultar em pena, com detenção de um a três anos, ou multa, ou ambas as penas cumulativamente.

Qual futuro queremos? 5 de maio, dia Mundial do Meio Ambiente

Segunda | 05.06.2017 | 14h00
Autor: Danillo Assunção


Foto: Ilustração

A preocupação com os limites ambientais é fundamental para a preservação e continuidade dos ecossistemas do planeta. Mas para que isso aconteça é preciso que as pessoas compreendam as consequências que há para a humanidade quando extraem os recursos naturais sob o risco de ultrapassar o seu limite.  A superexploração continuada é um fenômeno presente em diversas regiões do mundo, acabando com reservas naturais de água, florestas, minerais. As consequências disso são imensuráveis e tendem a gerar um prejuízo irreparável para a população, principalmente por se tratar de recursos finitos e que cada vez mais estão ficando escassos. Exemplos de tendências inexoráveis incluem as mudanças climáticas, a destruição do ozônio atmosférico, a acidificação oceânica, interferências no ciclo do fósforo e do nitrogênio, perda da biodiversidade, impossibilidades para o uso do solo e da água e a poluição química. Tudo isso com efeito direto e constante sobre a qualidade de vida da população. O crescimento do consumo energético ao longo da evolução estrutural das comunidades urbanas trouxe à tona o debate sobre as considerações significativas acerca da capacidade adaptativa da atmosfera e sobre o suprimento das demandas individuais e de cada país.  Pois durante muito tempo houve uma preocupação apenas com a produção econômica, sem os devidos cuidados e atenção com a preservação ou resiliência dos recursos naturais. Além disso, o desenvolvimento econômico também não foi reflexo de progresso social, ou seja, os benefícios do crescimento econômico, em sua grande parte, não foram compartilhados com os mais pobres. Por isso é preciso haver uma combinação entre os limites máximos planetários e os limites mínimos sociais, ou seja, um teto ambiental e um piso social.

Brumado: Sebrae realizará seminário sobre o cultivo intensivo da palma

Sábado | 13.05.2017 | 16h08
Autor: Ascom / CMB - Eliana Costa


Foto: Ilustração

No dia 17 de maio, próxima quarta-feira, em parceria com a Secretaria Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos - Semar e com demais órgãos do segmento, o Sebrae realizará o seminário “A Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma - TCIP aplicada nas pequenas propriedades rurais do semiárido brasileiro”. O evento acontece entre 9h e 11h30, no auditório do Semac, localizado na Rua Dr. Mário Meira, 48, Centro. O palestrante convidado é o Engenheiro Agrônomo Paulo Suassuna, que é o autor intelectual da TCIP, além de responsável técnico do Projeto Palmas - Cadeia Produtiva e Alimentação, implantado pelo Sebrae/PE, do Projeto Palmas Para o Semiárido, implantado pelo Sebrae/PB, e do Projeto Palma Doce Sergipana, implantado pelo Sebrae/SE. No período da tarde, de 14h às 16h30, também será promovida a oficina “Fundamentos da Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma - TCIP. O objetivo do Sebrae é atender cerca de 200 produtores rurais previamente cadastrados, além do público interessado que comparecer no dia do seminário. O evento é gratuito.

Os termômetros em Conquista registram mais um dia com baixas temperaturas

Sexta | 05.05.2017 | 18h39
Autor: Brumado Urgente


Foto: Reprodução

O frio de na cidade de Vitória da Conquista, pelo segundo dia consecutivo foi intenso. o município registrou as menores temperaturas de toda a região Nordeste. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) a menor temperatura ficou em 15,6 graus. Ontem, quando a cidade também registrou a mais baixa temperatura de todo o Nordeste foi ainda mais frio, com 15,2 graus. Para amanhã o frio continua com 16 graus, mas ao longo do dia o Sol aparece e esquenta um pouco, podendo registrar máxima de 27 graus. 

Iceberg gigante ameaça se desprender da Antártida e gera preocupação

Domingo | 08.01.2017 | 13h13
Autor: G1


(Foto: Reprodução)

Um gigantesco iceberg - que seria um dos dez maiores do mundo - pode se desprender a qualquer momento da Antártida, dizem cientistas. Uma imensa rachadura na plataforma de gelo Larsen C cresceu de tal forma em dezembro que agora apenas 20 km de gelo impedem o imenso bloco de 5 mil km² (o equivalente a 500 mil campos de futebol ou à área do Distrito Federal) de se soltar. A Larsen C é a maior plataforma de gelo no norte da Antártida. As plataformas de gelo são as porções da Antártida onde a camada de gelo está sobre o oceano e não sobre a terra. Cientistas do País de Gales afirmam que o desprendimento do iceberg pode deixar toda a plataforma Larsen C vulnerável a uma ruptura futura. A plataforma tem espessura de 350 m e está localizada na ponta do oeste da Antártida, impedindo a dissipação do gelo. Os pesquisadores vêm acompanhando a rachadura na Larsen C por muitos anos. Recentemente, porém, eles passaram a observá-la mais atentamente por causa de colapsos das plataformas de gelo Larsen A, em 1995, e Larsen B, em 2002. No ano passado, cientistas britânicos afirmaram que a rachadura na Larsen C estava aumentando rapidamente. Mas, em dezembro, o ritmo avançou a patamares nunca antes vistos, avançando 18 km em duas semanas. Dessa forma, segundo os pesquisadores, o que se tornará um gigantesco iceberg está por um triz de se soltar - apenas 20 km o prendem à plataforma.

Incêndio de grandes proporções atinge pico de voo livre na Bahia

Sexta | 06.01.2017 | 20h40
Autor: Correio 24h


(Foto: Divulgação)

Um incêndio de grandes proporções atingiu a região Pico do Boqueirão, no município de Santa Teresinha, no Centro Norte da Bahia. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, as chamas foram detectadas por volta das 15h de quinta-feira (5). A região é conhecida por receber pessoas que praticam o voo livre. De acordo com o tenente coronel Matias, responsável pelo Grupamento de Bombeiros Militar de Santo Antônio de Jesus, oito brigadistas e cerca de 10 voluntários estão ajudando no combate às chamas. Ele disse ainda os homens atuaram no combate até às 19h de ontem e hoje voltaram ao local. No momento, o fogo está controlado, porém, os agentes seguem na região para debelar completamente as chamas. Ainda segundo o coronel, a prefeitura de Santa Teresinha está dando apoio logístico aos bombeiros. Até o momento, não há informações sobre o que provocou o incêndio.  

Cetas da Bahia devolve à natureza 51 papagaios apreendidos com traficantes

Quarta | 05.10.2016 | 19h02


(Foto: Divulgação/PRF)

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), órgão ligado ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), realizou a soltura de 51 aves conhecidas popularmente como "papagaio-verdadeiro" (Amazona aestiva). A ação ocorreu no último sábado (1º), em uma Área de Soltura de Animais Silvestres, no Norte da Bahia. A operação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A espécie está na lista das mais traficadas no Brasil e chegaram ao Cetas apreendidos nas mãos de traficantes. Os pássaros foram soltos após passarem por avaliação de especialistas através de um programa de reintrodução destes animais na natureza, que, segundo a PRF, para esta espécie dura de seis a doze meses. Ainda de acordo com a PRF, foram adotadas todas as medidas necessárias para restabelecer as condições comportamentais das aves para que elas pudessem ser reintegradas em seu habitat natural.O Cetas está realizando palestras de educação ambiental no entorno da área de soltura, principalmente em escolas públicas, com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação do meio ambiente.

2016 pode se transformar no ano mais quente da história, diz agência

Sexta | 16.09.2016 | 19h02


(Foto: Reprodução)

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) advertiu nesta sexta-feira (16) que 2016 está no caminho de se transformar no ano mais quente já registrado na história, com temperaturas extremamente altas. "Fomos testemunhas de um prolongado período de extraordinário calor e tudo indica que isto se transformará na nova norma", sustentou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, ao apontar que foram observados níveis excepcionalmente altos de concentração de dióxido de carbono e que recordes de temperatura foram quebrados. Esta situação e o aquecimento dos oceanos acelerou o braqueamento dos recifes de corais, lembrou. 

UNINTER Brumado: em novas instalações e com muitas opções de graduação e pós-graduação

Quinta | 01.09.2016 | 14h50
Autor: ASCOM - Plena Educacional


Recentemente, o Polo UNINTER Brumado foi instalado em novo espaço (Rua Artur Revenster, 188 – centro da cidade), e a variedade dos seus cursos de graduação e pós-graduação em diversas áreas só aumenta! Com cursos superiores Tecnólogos, Bacharéis e Licenciaturas, além de especializações nas áreas: educacional, direito, saúde, empresarial e outras, não faltam opções para você escolher o curso que melhor se encaixa à sua necessidade ou desejo. Acesse: UNINTER.COM e clique em Graduação a distância ou em Pós-Graduação a distância! As inscrições estão abertas para todos os nossos cursos! AQUI NÃO PRECISA FORMAR TURMA PARA VOCÊ COMEÇAR A ESTUDAR!!! Aulas gratuitas de orientação para redação (para os interessados em realizar o vestibular UNINTER). Horário de atendimento: das 08h às 22h30min (de segunda à sexta-feira) e das 08h às 17h aos sábados! Onde tem UNINTER tem educação acontecendo! Gestão: Plena Educacional

Confira dicas de defensora do consumo consciente para gerar menos lixo

Domingo | 03.04.2016 | 14h02


(Foto: Reprodução)

Não adianta só separar papel, plástico e metal. "Reduzir a quantidade de lixo é tão importante quanto reciclar", diz Gabriela Yamaguchi, porta­voz do Instituto Akatu, ONG que defende o consumo consciente. A seguir, ela ensina como gerar menos lixo. 

Menos embalagens

Evite alimentos que venham em bandejas de isopor e que possuem excesso de embalagem. Comprar a granel é uma solução. Mesmo se usar o saquinho do supermercado, o volume de resíduo gerado será menor.

Planeje compras

Antes de comprar alimentos ou qualquer objeto, veja se já não possui um em casa e compre apenas a quantidade que vai consumir. Isso evita o descarte desnecessário de produtos.

Flores nascem em área destruída por incêndio na Chapada Diamantina

Terça | 15.03.2016 | 08h00


Flor da espécie Candombá é típica da Chapada Diamantina (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Um flor típica da região do Parque Nacional da Chapada Diamantina, na Bahia, que não desabrochava há 17 anos voltou a florescer sobre tocos de árvores queimadas numa área devastada por um incêndio na Serra da Larguinha, entre os municípios de Palmeiras e Lençóis. As imagens do vale de flores da espécie Candombá que se formou no local foram feitas pelo fotógrafo baiano Rui Rezende. Ele fazia uma trilha com um dos filhos através do Vale do Capão para chegar até a Caachoeira da Fumaça, a segunda cachoeira mais alta do Brasil, quando se deparou com a cena rara. "Foi uma grata surpresa. A gente estava indo em direção à Cachoeira da Fumaça por baixo. Eu tava levando o meu filho mais uma vez por essa trilha junto com os amigos quando me deparei com aquela cena na subida da trilha. Numa fotogafia de natureza, a gente se depara com cenas sempre impressionantes. E dessa vez não foi diferente", destacou.